5 fatos do agro para acompanhar em junho

As exportações do agronegócio atingiram a cifra de US$ 13,57 bilhões em abril, estabelecendo novo recorde para o mês, com crescimento de 39% frente ao mesmo período de 2020. Na avaliação do professor Doutor Marcos Fava Neves, as vendas externas do agronegócio brasileiro estão atingindo “resultados impressionantes”.

“Dados divulgados pela CNA (Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil) indicam um VPB (Valor Bruto da Produção Agropecuária) estimado em R$ 1,19 trilhão, crescimento de 15,2% em relação a 2020”, destaca ainda Fava Neves, que é titular (em tempo parcial) das Faculdades de Administração da USP em Ribeirão Preto e da EAESP/FGV em São Paulo, especialista em planejamento estratégico do agronegócio.

Confira abaixo os “cinco fatos do agro” que, na visão do especialista, merecem ser acompanhados em junho:

a) A crise hídrica que assola o Brasil e coloca em risco o abastecimento de energia elétrica, trazendo grande perdas para as safras de milho, cana, laranja, café entre outras;


b) As importações na Ásia e outros países em carnes, grãos e demais produtos que estão saindo do Brasil com uma velocidade impressionante;


c) A tímida melhora das perspectivas econômicas e a performance consequente do mercado consumidor interno de alimentos e combustíveis. Observar as instabilidades políticas trazidas pela CPI e outros problemas;


d) O desempenho na safra dos EUA. Aparentemente, o clima está mais adequado e o plantio bem acelerado;


e) A inflação de custos na agricultura, e possíveis preços menores de venda dos produtos com valorização cambial e safras maiores no ciclo 2021/22.

Fonte: Agrolink

Data:19/05/2021