Agosto marcado pela estiagem na maioria da área agrícola

O mês de agosto foi marcado pela estiagem na maior parte das regiões agrícolas do país, de acordo com informações divulgadas pelo boletim do Sistema Tempocampo. “No Sudeste e Centro-Oeste predominaram volumes inferiores a 30 mm, com exceção de pontos isolados em São Paulo, com volumes entre 30 e 90 mm. Na Região Sul, foram registrados volumes no intervalo de 30 e 120 mm. Na maior parte do Nordeste, o acumulado de chuva foi inferior a 30 mm, chegando à marca de 60 mm em algumas regiões. Por outro lado, no Norte foram registrados os maiores volumes de chuva, com valores entre 30 e 180 mm”, informa.

“O volume de chuvas não foi suficiente para atender às taxas de evapotranspiração na maior parte do Brasil, resultando em restrição hídrica e níveis críticos de umidade do solo, sobretudo nas regiões Sudeste, Centro-Oeste e Nordeste; na maior parte dessas regiões, o armazenamento hídrico ficou abaixo de 15%. Na Região Sul, o armazenamento hídrico ficou entre 15% e 45%, com destaque para o Rio Grande do Sul, onde os valores chegaram a 60%. Já na Região Norte, a umidade do solo chegou aos 90% em alguns pontos, mas em algumas localidades o armazenamento permaneceu baixo, na faixa dos 15%”, completa.

Na Região Sul e partes de Minas Gerais, as temperaturas máximas foram inferiores a 25°C. “Por outro lado, no restante do Sudeste, as máximas foram entre 25 e 31°C. Nas Regiões Norte e Nordeste as temperaturas máximas variaram entre 25 e 33°C, superando 33°C em pontos isolados. Na região Centro-Oeste as temperaturas máximas também atingiram valores superiores a 33°C em algumas áreas, com predominância de máximas no intervalo de 29 a 33°C”, conclui.

Fonte: Agrolink

Data: 31/08/2021