Avanço na soja favorece janela do milho

O ritmo de plantio de soja da safra 2021/22 do Brasil se manteve na última semana como o segundo mais rápido da história. Até a última quinta-feira, o plantio havia atingido 52% da área projetada, contra 38% uma semana antes e 42% no mesmo período do ano passado, de acordo com dados da consultoria AgRural. "Pela terceira semana consecutiva, o plantio ocupa o posto de segundo mais acelerado da história, atrás apenas da safra 2018/19", disse.

O avanço foi motivado pelo clima que favoreceu, com chuvas regulares nas principais regiões produtoras. Com isso a consultoria projeta que o cenário é "bem mais tranquilo" que o observado na safra passada, quando a seca afetou os trabalhos de plantio, comprometendo também a janela da segunda safra de milho, que acabou sendo quebrada de forma severa pela estiagem e geadas.

Esse plantio acelerado deve também gerar uma colheita antecipada da oleaginosa e, com isso, favorecer a janela de plantio do milho safrinha. "Com a semeadura da soja na reta final, Mato Grosso já garantiu uma boa janela para o plantio da segunda safra de milho nos dois primeiros meses de 2022...", disse a AgRural.

Segundo a consultoria, o cronograma de safra "será prejudicado somente se chover demais no período a ponto de atrasar a colheita da oleaginosa". A consultoria estima que as primeiras áreas plantadas com soja em Mato Grosso já devem começar a ser colhidas na semana do Natal, "reforçando a expectativa de abastecimento normal em janeiro". Na temporada passada, o atraso na safra colaborou para aumentar a escassez no mercado.

Fonte: Agrolink

Data: 03/11/2021