Clima pode atrasar safrinha: ENTENDA

Chuvas razoavelmente consistentes caracterizarão o período de meados de fevereiro em toda a região central do Brasil, enquanto áreas mais ao Sul verão chuvas variáveis, de acordo com dados da plataforma de meteorologia WeatherTrends360 citada pelo portal Successful Farming. Os atrasos na colheita da soja relacionados ao clima, especialmente nas regiões centrais de cultivo, podem atrasar o plantio da safrinha, trazendo risco potencial para os rendimentos da segunda safra.

De acordo com previsões da Weathertrends360, a semana de 18 de fevereiro será uma das mais chuvosa dos últimos 30 anos nos estados brasileiros de Mato Grosso, Goiás e Minas Gerais, com chuvas consistentes esperadas para o período. Mais ao Sul, um início de semana mais úmido dará lugar a um clima mais seco no final do período.

“Isso resultará em padrões variados de mais seco a úmido do que o normal, com o estado do Paraná tendo o período mais seco em meados de fevereiro em mais de 30 anos. A estiagem neste ponto da safra é favorável para a colheita, enquanto o clima mais úmido pode causar atrasos na colheita e no plantio da safrinha, especialmente nos estados de alta produção de Mato Grosso e Goiás”, aponta a Successful Farming

ARGENTINA

Enquanto isso, acrescenta o portal norte-americano de agricultura, partes do nordeste da Argentina verão um clima mais úmido no início da semana de 18 de fevereiro, com um clima mais seco retornando no final do período. Para o estado de Buenos Aires, a precipitação geral da semana terá uma tendência maior do que o normal, enquanto a maioria das outras áreas da Argentina será mais seca do que o normal.

Fonte: Agrolink

Data: 16/02/2021