Colheita da soja e plantio do milho estão atrasados 

De acordo com o mais recente balanço do analista-chefe da DATAGRO Grãos, Flávio Roberto de França Júnior e divulgado hoje, a colheita da safra brasileira 2020/21 de soja atingiu 15,1% da área prevista, um avanço semanal de 6%. Nesse contexto, quando comparado com igual período do ano passado e à média das últimas cinco temporadas, o ritmo dos trabalhos registra atraso de 16,3% e 13,3%, respectivamente.

Já no caso da safra de verão do milho, a colheita desta é a única está adiantada na comparação com o registrado em igual período do ano passado da safra brasileira de verão 2020/21 de milho, a colheita no Centro-Sul alcançou 29,9% da área estimada, avanço semanal de 9,3%. “Em relação ao mesmo período do ciclo anterior e à média das últimas cinco temporadas, o ritmo dos trabalhos está 3,6% e 8,8% adiantado, respectivamente”, comenta.

“Ademais, o plantio da 2a. safra 2020/21 chegou a 22,2% da área prevista, avanço semanal de 10,4%. Na comparação com igual período do ano passado e à média das últimas cinco temporadas, o ritmo dos trabalhos registra atraso de 25,3% e 22,7%, respectivamente”, completa a consultoria.

Além disso, o levantamento da AgRural divulgado nesta segunda-feira indica que a colheita da soja continua no menor ritmo dos últimos 10 anos. “Com a previsão de tempo chuvoso para boa parte do Centro-Oeste, Norte e Nordeste se confirmando nesta segunda quinzena de fevereiro e da previsão de mais chuva até pelo menos os primeiros dias de março, na semana passada os produtores de soja avançaram com a colheita da safra 2020/21 mesmo em áreas onde o grão está com excesso de umidade, na tentativa de evitar perdas de qualidade mais adiante”, diz a AgRural.

Fonte: Agrolink

Data: 25/02/2021