Comercialização do milho brasileiro chega a 44%

Um levantamento realizado pela consultoria DATAGRO indicou que a comercialização do milho da safra de verão 2020/2021 chegou a 44%. “O levantamento também traz o andamento forte da comercialização do milho da safra de verão 2020/21 no Centro-Sul do Brasil, com vendas de 44,2% da produção esperada, contra 32,5% do levantamento de um mês atrás e 48,2% em igual momento do ano passado, seguindo muito acima dos 34,0% da média de cinco anos”, comenta a consultoria.

Nesse cenário, as vendas antecipadas da safra 2021 de inverno do Centro-Sul também estão bem aceleradas. “Até o dia 2 de abril, 48,8% da safra esperada estava compromissada pelos produtores, contra 44,5% no mês anterior, 50,9% em 2020 e 39,4% da média para 5 anos. Mas, além de inferior ao ano passado, vai ficando abaixo também do recorde de 56,0% de 2016. Por enquanto, estima-se 109,31 mi de t nas duas safras de milho, com perdas mais volumosas já confirmadas na safra de verão do Rio Grande do Sul e Santa Catarina”, completa a consultoria neste meio de semana.

No caso da soja, a consultoria afirmou que a comercialização da safra 2020/21 da soja brasileira avançou pouco no mês de março, atingindo 66,6% da produção esperada até o último dia 2 de abril. “O movimento confirmou nossa expectativa, pois apesar da melhora dos preços sobre fevereiro na maior parte das praças, os produtores não se sentiram motivados a entrar no mercado devido às preocupações direcionadas à colheita e ao próprio volume já excessivamente vendido”, destaca o coordenador de Grãos da DATAGRO, Flávio Roberto de França Junior.

Fonte: Agrolink

Data: 07/04/2021