Consultoria eleva soja brasileira para recorde

De acordo com o 4º levantamento da Consultoria DATAGRO para a safra brasileira 2020/21 de soja, a estimativa é de uma produção de 135,87 milhões de toneladas, acima das 135,61 mi toneladas do último levantamento, divulgado em dezembro. Em caso de confirmação, esse volume será 6,9% superior aos 127,15 milhões de toneladas da safra recorde colhida em 2020.

“Em relação à área plantada, o País passa de 37,39 milhões de hectares na safra 2019/20 para 38,75 milhões de ha na atual temporada, aumento de 3,6%. Desse total, o Brasil colheu, até o dia 29 de janeiro, apenas 1,7% da área, ante 0,7% na semana anterior; no mesmo período do ano passado, os sojicultores brasileiros já haviam colhido 8,2% da área esperada, mesmo valor da média dos últimos 5 anos”, diz a consultoria.

Além disso, a DATAGRO prevê 24,39 milhões de toneladas para a 1ª safra de milho, 18,59 milhões de toneladas no Centro-Sul e 5,80 milhões de toneladas nas regiões Norte/Nordeste, volume 7% inferior aos 26,12 milhões de toneladas da safra passada. A área total da 1ª safra atingiu 4,29 milhões de ha em 2021, 1% inferior aos 4,33 milhões de ha colhidos na safra passada.

“Esse corte se deveu ao clima irregular em outubro e novembro que atingiu a região Sul, o que impediu que a intenção dos produtores de aumento no plantio se confirmasse”, destaca o coordenador de Grãos da DATAGRO, Flávio Roberto de França Junior.

“A região Centro-Sul do Brasil colheu, até o dia 29 de janeiro, 9,5% da área estimada, ante 6,1% da semana anterior; no mesmo período do ano passado, a região havia colhido 7,3%; na média dos últimos 5 anos, 6,4%. Já para a safra de inverno de 2021, com números ainda preliminares, o Brasil tem projeção de área de 15,32 milhões de ha, 5% superior aos 14,65 milhões de ha de 2020. Desse total, 13,12 milhões de ha viriam da região Centro-Sul e 2,20 milhões de ha das regiões Norte/Nordeste.”, conclui a consultoria.

Fonte: Agrolink

Data: 08/02/2021