Demanda da China por soja começa a aumentar

As margens de esmagamento da soja começaram a melhorar na China, o que acaba aumentando a demanda por grão, de acordo com o que afirmou a TF Agroeconômica. “Os futuros mais altos impulsionaram as margens de esmagamento de soja na China, o que manteve o interesse de compra no mercado CFR China”, comenta.

“Ofertas foram relatadas para embarques para quase todo o ano de 2021, com os interesses dos grãos brasileiros concentrados nos embarques de fevereiro a setembro e os dos grãos dos EUA centrados no quarto trimestre”, completa a consultoria.

Nesse cenário, a remessa de fevereiro do Brasil foi licitada a 145 c/bu sobre o março futuro contra as ofertas relatadas a 158-160 c/bu sobre o março futuro. “Os embarques de março, maio e junho foram licitados a 135 c/bu sobre os futuros de março, 138 c/bu sobre os futuros de maio e 148 c/bu sobre os futuros de julho, respectivamente, contra as ofertas colocadas 8-10 c/bu acima desses lances”, indica.

“O indicador CFR China para remessa de fevereiro da opção mais barata foi 150 c/bu sobre o março futuro, equivalente a $ 556/t, queda de $ 0,25/t em relação à avaliação anterior. Outros interesses foram para os embarques de julho e agosto do Brasil, bem como para os embarques de outubro e novembro da PNW nos EUA”, informa.

“No Brasil, o mercado de papel estava um pouco mais ativo, mas os prêmios permaneceram estáveis no dia, com o embarque de fevereiro permanecendo em 70 c/bu sobre o março futuro na base FOB Paranaguá, equivalente a $ 526,5/t”, conclui.

Fonte: Agrolink

Data: 07/01/2021