Geadas deixam vendedores em alerta

Mesmo diante do avanço da colheita de segunda safra no Brasil, as cotações do milho voltaram a subir entre o encerramento de junho e o início de julho na maior parte das regiões acompanhadas pelo Cepea. Essa reação ocorre após geadas terem sido observadas em algumas praças na semana passada, que deixaram produtores em alerta e afastados do mercado spot.

Conforme os dados do Cepea, parte dos compradores com forte necessidade esteve mais flexível, e acabou pagando os valores maiores pedidos por vendedores. No entanto, as negociações foram pontuais e envolveram pequenos volumes. Na sexta-feira, 2, o Indicador ESALQ/BM&FBovespa (região de Campinas – SP) fechou a R$ 92,10/saca de 60 kg, reação de 6,75% frente à sexta anterior, 25 de junho.

Fonte: Agrolink

Data: 05/07/2021