Irregularidade das chuvas continua preocupando produtores

A combinação de oferta restrita e demanda aquecida vem elevando as cotações do milho desde meados de fevereiro. Mais recentemente, o atraso na semeadura e a irregularidade das chuvas aumentaram as incertezas quanto à produtividade das lavouras da segunda safra.

De acordo com o Cepea, este cenário que vem reforçando o aumento nos preços, que operam em patamares recordes reais em muitas praças brasileiras. Entre 16 e 23 de abril, o Indicador ESALQ/BM&FBovespa avançou 0,84%, fechando a R$ 98,7/sc de 60 kg na sexta-feira, 23 – recorde real da série.

Fonte: Agrolink

Data: 26/04/2021