Milho paraguaio chega competitivo no RS

O ano começa com o milho paraguaio se tornando mais competitivo do que o do Mato Grosso do Sul no Rio Grande do Sul, segundo o que informou a TF Agroeconômica. “Atualmente, vemos o milho comprador indicando R$ 76,00 interior e vendedor falando em R$ 80,00 interior. Mesmo com as últimas altas do dólar, o milho paraguaio manteve o seu preço em dólares na Origem e se tornou fortemente competitivo nos dois principais estados consumidores do Sul do Brasil”, comenta.

O mesmo panorama de competitividade vem ocorrendo também em Santa Catarina. “Os compradores de Santa Catarina continuam oferecendo R$ 71,00 no Oeste do estado e R$ 73,00 o Meio Oeste, contra vendedores ao redor de R$ 78,00. Os compradores estão abastecidos por um mês e meio e aguardam novos rumos do mercado para se posicionar. Mas atentos ao mercado, que está subindo”, completa.

No Paraná, os preços subiram três reais/saca neste primeiro dia do ano. “Os preços incorporaram as altas do dólar dos últimos dias e o medo do enxugamento do merado pela exportação e subitam fortemente nesta segunda-feira, primeiro dia últim de 2021. O Milho spot subiu três reais/saca para R$ 75,00 nos Campos Gerais, comprador; poucas ofertas. - Milho futuro subiu ainda mais, cerca de sete reais/sacs para R$ 80,00 em Paranaguá para fevereiro/março de 2021”, indica.

Já no Mato Grosso do Sul, temos compradores entre R$ 69,00-72,00, mas vendedores todos acima de R$ 75,00. “Assim como nas outras praças, os preços do milho subiram forte nesta segunda-feira, incorporando as altas do dólar dos últimos dias e o medo do enxugamento das disponibilidades. Mesmo os preços dos compradores subiram significativamente, como mostra nossa tabela ao lado, em que pese que os vendedores estejam todos a R$ 75,00 ou mais”, conclui.

Fonte: Agrolink

Data: 05/01/2021