MS estima produzir 75 sacas de milho por hectare

Dados divulgados pela Associação de Produtores de Soja de MS (Aprosoja/MS), baseados no Sistema de Informação Geográfica do Agronegócio (Siga MS) estimam que a área cresça em média 5,7%, passando de 1,895 milhão na safra passada para 2,003 milhões de hectares na segunda safra 2020/2021. A produtividade esperada é de 75 sacas por hectare, estimulando uma produção de 9,013 milhões de toneladas.

Para apresentação dos dados a Aprosoja/MS leva em consideração a média de área dos últimos 5 anos. Entre os fatores que podem influenciar no desenvolvimento da safra está a alta demanda por grãos, podendo aumentar a área plantada no Estado. A Associação ainda lembra que quanto ao plantio do milho, 56% da área foi semeada na janela ideal de plantio, enquanto que 44%, restante da área, tem maior risco de enfrentar condições adversas, como estiagem e geada durante seu desenvolvimento.

"Sempre que temos a semeadura de soja concentrada no final de outubro e começo de novembro, consequentemente, temos más notícias para o milho, que acaba sendo semeado em uma janela que não é a ideal, já em meados de março. Com isso e com as previsões pessimistas do clima, estamos apreensivos e estimando 2 milhões de hectares plantados com média de 75 sc/ha", destaca André Dobashi, presidente da Aprosoja/MS.

Fonte: Agrolink

Data: 28/04/2021