MT: preços do milho registram alta

O indicador do IMEA (Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária) registrou elevação de 0,69% em relação à semana passada e o preço médio do milho disponível ficou em R$ 70,64/saca. O fator foi a menor disponibilidade do grão no Estado.

O relatório semanal do IMEA traz um comparativo entre Mato Grosso e Estados Unidos - o diferencial de base entre os preços de MT e Chicago (CME-Group) teve dois momentos distintos nos últimos cinco meses. O primeiro cenário foi visto em novembro de 2020, neste período os EUA estavam colhendo o milho da safra 20/21 e com isso os preços ficaram pressionados pela maior oferta do grão no país.

Em contrapartida, MT no mesmo período registrava uma crescente nos preços, pautado pela disputa entre a demanda no mercado interno e externo (exportações). Com isso, o diferencial de base chegou a patamares históricos no estado, registrando diferença de R$ 12,49/sc acima das cotações em Chicago. Por outro lado, no atual cenário, os preços do milho em Chicago se elevaram sustentados pelos menores estoques do cereal nos EUA e volumes recordes de exportações, fatores que vem contribuindo para que o diferencial de base volte à patamares negativos, com média semanal de R$ -2,23/sc, como visto na última semana.

Fonte: Agrolink

Data: 31/03/2021