Nova praga se espalha pelos EUA

A mosca-lanterna-pintada (Lycorma delicatula), é um inseto exótico, nativo da Índia, China e Vietnã e provavelmente chegou aos Estados Unidos em um carregamento de pedra lapidada, em 2012. O primeiro avistamento foi em 2014 no Condado de Berks, estado da Pensilvânia.

Desde então se espalhou por 26 condados daquele estado e pelo menos seis outros estados do leste. Agora está se mudando para o sul da Nova Inglaterra, Ohio e Indiana. Algumas regiões chegaram a entrar em quarentena.

A espécie, com aproximadamente 1 polegada de comprimento, tem asas dianteiras atraentes com bolinhas. É inofensiva para humanos e animais mas pode causar grandes danos para a agricultura, uma vez que, se alimenta de pelo menos 70 tipos de plantas e árvores, muitas de valor comercial.

Eles gostam em particular de videiras e macieiras, além de várias árvores de madeira dura, como nogueira. Também já foram vistas em lúpulo, soja e vários tipos de grãos. Especialistas avaliam que se houver grande volume e espalhamento poderia colocar em risco várias culturas, uma vez que, sugam a seiva das árvores levando-as à morte. “Já estão aparecendo nas uvas, e temos relatos de produtores com perdas de 90% no ano passado”, disse Julie Urban, pesquisadora da Universidade Estadual da Pensilvânia.

Além disso, ela tem uma capacidade incomum de colocar ovos em praticamente qualquer superfície. Enquanto outras espécies tendem a depositá-los em uma planta viva ou no solo próximo a ela, o inseto pode colocar vários ovos praticamente em qualquer lugar: rodas de carro, vagões de trem, contêineres.

O entomologista e professor Frank Hale, da Universidade do Tennessee, está rastreando essa espécie e respondeu algumas perguntas sobre o assunto para a publicação científica Phys. Confira:

Como elas se espalham tão rápido?

As lanternas botam massas de ovos no final do verão e no outono nos troncos das árvores e em qualquer item de superfície lisa que esteja ao ar livre. As massas de ovos, que se assemelham a manchas de lama seca, também podem ser colocadas em superfícies lisas de carros, caminhões e trens. Então, eles podem ser transportados involuntariamente para qualquer parte do país em apenas alguns dias. Assim que os ovos eclodem, eles rastejam para as plantas hospedeiras próximas para iniciar uma nova infestação.

Em apenas sete anos, a mosca-lanterna-pintada infestou grandes áreas do Meio Atlântico e começou a invadir Connecticut. Crédito: Programa de Controle Integrado de Pragas do Estado de Nova York

Como danificam árvores e plantas? Do que se alimentam?

Elas se alimentam perfurando a casca das árvores e videiras para acessar o sistema vascular da planta e se banquetear com a seiva. Para um inseto sugador, as lanternas são relativamente grandes. Eles removem grandes quantidades de seiva e excretam grandes quantidades de "melada" clara e pegajosa que pode cobrir a árvore e qualquer coisa abaixo dela. Um molde preto com fuligem cresce onde quer que a melada tenha sido depositada. Embora feio, o mofo fuliginoso não é prejudicial quando cresce na casca da árvore ou embaixo dela. A alimentação estressa seriamente as árvores e videiras, que perdem carboidratos e outros nutrientes destinados ao armazenamento nas raízes e, eventualmente, para um novo crescimento. Árvores e videiras infestadas crescem mais lentamente, exibem morte - começam a morrer pelas pontas dos galhos - e podem até morrer.

Como os cientistas estão tentando impedir sua disseminação?

O controle biológico mostra alguma promessa para o futuro. Dois fungos patogênicos naturais de lanternas pintadas foram identificados nos EUA. Além disso, os laboratórios dos EUA estão testando dois insetos parasitóides - insetos que crescem se alimentando de borboletas e matando-os no processo - que foram trazidos da China para testes e possível liberação .

Quão preocupadas as pessoas deveriam estar com essa mosca-lanterna?

Muito preocupadas. Lanternas aumentam facilmente em números elevados. A área onde vivem as árvores hospedeiras é relativamente ampla e as lanternas danificam as plantações, a floresta e a paisagem. Eles danificam muitas plantas e causam um grande incômodo ao público em geral. O fluxo intenso de melada e o molde fuliginoso resultante bagunçam a paisagem. Os adultos começam a se agregar em plantas e estruturas para colocar seus ovos em setembro. Seu súbito aparecimento em massa pode ser alarmante para as pessoas, da mesma forma que populações periódicas de cigarras chocam as pessoas quando saem do solo. Mas as lanternas são mais chocantes porque os poucos predadores que poderiam se alimentar delas, como percevejos e percevejos predadores, parecem não controlar as infestações. É por isso que a introdução de parasitóides da Ásia é importante para alcançar algum nível significativo de controle biológico.


As lanternas podem ser uma praga séria para as uvas e, quando encontradas, reduziram o rendimento das uvas e danificaram ou mataram as videiras. Muitas vezes são necessárias várias aplicações de inseticidas para matá-los, mas isso aumenta o custo da produção agrícola. A praga ameaça as principais regiões produtoras de vinho do Leste, como Finger Lakes e Long Island, em Nova York; partes da Virgínia; e Newport, Rhode Island.

Alguma outra praga danificou árvores de forma semelhante?

Sim, a broca da cinza esmeralda, que chegou aos Estados Unidos da China por acidente e foi descoberta em 2002 . Ele matou milhões de freixos na América do Norte. O besouro de chifre comprido asiático, que se alimenta e mata muitas espécies de árvores , apareceu em vários locais, mais recentemente perto de Charleston, na Carolina do Sul. Bordo, buckeye, castanha-da-índia, salgueiro e olmo estariam ameaçados se essa praga se estabelecesse amplamente .

O que fazer se encontrar uma?

Se ela já infestou a região onde você mora e você encontrar lanternas pintadas em sua propriedade, entre em contato com o escritório de extensão do condado local para recomendações de controle.
Mas se não for encontrado em seu condado ou estado, informe ao departamento estadual de agricultura. Se a infestação for detectada antes de se estabelecer em sua área, espero que possa ser erradicada lá. Eventualmente, ele se espalhará para muitas partes do país. Podemos retardar a propagação identificando e erradicando novas infestações onde quer que surjam.

Fonte: Agrolink

Data: 28/07/2021