Paraná ajusta safra de grãos para baixo

A safra de soja do Paraná deve ser menor do que a esperada nas projeções anteriores. Segundo o Departamento de Economia Rural (Deral) o Estado alcançar 20,34 milhões de toneladas da oleaginosa. Isso representa uma queda de 2% em relação à safra anterior

A primeira safra de milho foi estimada em 3,17 milhões de toneladas, ante 3,36 milhões vistos em janeiro. Na comparação com 2019/20, o recuo é de 11%.

Já a “safrinha” do cereal deve atingir 13,55 milhões de toneladas, uma baixa ante os 13,58 milhões projetados no mês passado, mas avanço de 14% na variação anual.

O Paraná é o segundo maior produtor nacional de soja e milho, somente atrás do Mato Grosso. O Estado sofreu com estiagens no final de 2020 que afetaram as culturas e atrasou o plantio da soja. No começo deste ano as chuvas voltaram com força, provocando danos com infestações de doenças e dificultando a colheita. Devido ao excesso de umidade alguns produtores recorreram à aviação agrícola para fazer as pulverizações, prática não muito comum no Paraná.

Fonte: Agrolink

Data: 25/02/2021