Plantio de soja acelera no Brasil

Depois de atrasos em função do clima o plantio de soja parece que engrenou na última semana nos principais estados produtores. Algumas pancadas de chuva elevaram o ritmo dos trabalhos na última semana. Na última quinta-feira (30) cerca de 4% da área estimada para o Brasil, foi concluída, de acordo com levantamento da AgRural.

A consultoria indicou que o plantio está 2 pontos percentuais avançado ante o mesmo período do ano passado, quando o tempo seco prejudicou os trabalhos, mas ainda há problemas em estados do Sudeste e Centro-Oeste.

Os produtores paranaenses e rondonienses foram os que mais avançaram com o plantio. O levantamento do Departamento de Economia Rural do Paraná (Deral) aponta que, até o momento, foram semeados 407 mil hectares, o que representa 7% do total da área estimada para a safra. Se comparar com a safra 2020/21, o volume é maior. No mesmo período do ano passado, quando a estiagem já castigava o Estado, apenas 154 mil hectares, ou 3% da área estimada tinham recebido sementes

Já no Mato Grosso o do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea) aponta que o índice de semeadura chegou a 6,16% das áreas para a safra 2021/22 até a última sexta-feira (1º), crescimento de 4,95 pontos percentuais na semana e em ritmo maior que na safra passada, quando apenas 1,7% da área havia sido concluída. A média histórica para o período é de 3,34%.

Ainda no final da semana passada a consultoria StoneX estimou um recorde de 144,26 milhões de toneladas para a produção nacional de soja neste ciclo, aumento de cerca de 1 milhão de toneladas na comparação com a projeção do mês passado. A área do grão no Brasil, subiu de 40,1 milhões para 40,45 milhões de hectares, com destaque para Mato Grosso que deve ter acréscimo de 278 mil hectares.

Fonte: Agrolink

Data: 04/10/2021