Publicado Zarc da Soja para 4 estados

Foram publicadas no Diário Oficial da União desta quarta-feira (17) as portarias com o Zoneamento Agrícola de Risco Climático (Zarc), ano-safra 2021/2022, para a cultura da soja nos estados de Alagoas, do Amapá, de Roraima e de Sergipe.

Alagoas e Sergipe se destacam como uma nova fronteira pelo potencial para produção de soja, esse novo Zarc foi renovado para safra que será semeada em 2022 permitindo a indicação dos períodos em condições de baixo risco climático e também a indicação das cultivares adaptadas às regiões.

O calendário de plantio no Amapá tem início a partir de 20 de março, em Alagoas, Roraima e Sergipe, o plantio tem início em meados de abril. O período é inverso ao recomendado em outras regiões produtoras do país.

O Zarc da soja para o Amapá e Roraima, além da indicação dos períodos de baixo risco climático e das cultivares adaptadas, foi feito respeitando as áreas sem florestas, de cerrado e desmatamento até 2008. Com base no Projeto Prodes – monitoramento por satélite do desmatamento na Amazônia Legal –, a Embrapa verificou as áreas em que pode ocorrer o plantio, levando em conta áreas florestais e as normas do Código Florestal.

Calendário de semeadura

Visando o atendimento ao Programa Nacional de Controle da Ferrugem Asiática da Soja, com a definição do calendário de semeadura instituído pela Portaria Nº 394 de 10 de setembro de 2021, da Secretaria de Defesa Agropecuária, os produtores dos estados de Alagoas, Amapá e Roraima precisam respeitar os calendários de semeadura da SDA.

Em Alagoas o calendário de semeadura da SDA coincide com o calendário do Zarc, já no Amapá e Roraima o período de semeadura do Zarc é menor em número de dias. O Estado de Sergipe não é mencionado na Portaria SDA Nº 394. O produtor deve sempre considerar a data de início ou término de plantio mais restritiva.

Fonte: Agrolink

Data: 17/11/2021