Soja internacional: Brasil vende mais três cargos

Um negócio firme de soja brasileira para embarque de junho / julho foi ouvido a 147 c/bu sobre o futuro de julho, e outras duas cargas para embarque em agosto estava a 145 c/bu sobre o futuro de julho, indicando que o spread entre julho e agosto estava se estreitando. As informações foram divulgadas pela TF Agroeconômica.

“Na origem, os prêmios da base brasileira subiram conforme o óleo de soja atingiu o limite para baixo, os futuros da CBOT despencaram e o real brasileiro teve a maior desvalorização diária em três semanas, sendo negociado a 5,13 reais por dólar norte-americano até o momento desta publicação. No mercado de papel de Paranaguá, os embarques para carregamento em julho saltaram 12 c/bu no dia para 20 c/bu sobre os futuros de julho, mas os preços estáveis caíram mais de $ 10,00/t para $ 559,25/t”, comenta a consultoria.

No mercado FOB da Argentina, os prêmios de base aumentaram 5 c/bu com as cargas de julho avaliadas em menos 55 c/bu sobre os futuros de julho. “Nos EUA, os prêmios de base permaneceram praticamente inalterados no dia, com os contratos de julho avaliados a 64 c/bu sobre os futuros de julho com base no CIF USG, 1 c/bu mais baixo no dia. No mercado CFR China, as margens de esmagamento de curto prazo melhoraram apesar dos preços do óleo de soja na Dalian Commodity Exchange terem caído no dia, com os preços CBOT caindo”, completa.

“Os futuros da farelo de soja em Dalian subiram pelo segundo dia consecutivo e devem subir ainda mais, já que os preços atuais da farelo de soja estão abaixo de seus valores de mercado, de acordo com um analista do Centro Nacional de Informações de Grãos e Óleo (CNOGIC) em sua apresentação virtual na quinta-feira O custo do frete continuou subindo e os congestionamentos nos portos da China atrasaram severamente o desembarque e atracação dos navios”, conclui.

Fonte: Agrolink

Data: 14/06/2021