KWS inaugurou nova Unidade de Beneficiamento de Sementes em Patos de Minas/MG

kws_br_novaunidade_01.jpg

Pato de Minas, 22 de agosto de 2019

Com investimento de cerca de R$ 50 milhões, a unidade de beneficiamento de sementes da KWS foi inaugurada em Patos de Minas, na última quinta-feira (22). O projeto faz parte da estratégia de expansão da companhia na América Latina.

A KWS (multinacional de origem alemã e terceira maior produtora de sementes do mundo), com tradição desde 1856 no ramo agrícola e presente em mais de 70 países, está expandindo suas atividades na América Latina. Unidades de beneficiamento de sementes na Argentina e no Brasil foram recentemente ampliadas para praticamente dobrar a capacidade de produção em ambos os locais.

A planta de Patos de Minas, inaugurada na última quinta-feira (22), é uma extensão da planta que já opera desde 2012 na cidade, após a aquisição da empresa Riber. A KWS busca se estabelecer com uma filosofia fortemente voltada para a qualidade de sementes, e agora contará com a primeira planta do país com o modelo horizontal no seu processo de classificação.

Segundo Marcelo Salles (Presidente da KWS na América do Sul), a planta recebeu investimentos próximos a R$ 50 milhões, que permitirão dobrar a sua capacidade de produção de 900 mil para 2 milhões de sacos de sementes de milho, soja e sorgo por ano no Brasil. “A nova planta conta com equipamentos de última geração em modelo horizontal de processamento de sementes, o que reduz significativamente o dano mecânico destas durante o processo de classificação”, afirmou o executivo

Com a expansão, também foram geradas 230 novas vagas de emprego. O prefeito da cidade, José Eustáquio Rodrigues Alves (DEM), esteve presente na solenidade de inauguração. “Destacamos a importância do investimento robusto de mais uma grande empresa para o município de Patos de Minas, que vai gerar empregos e renda”, disse.

Em acréscimo, Alexander Drotschmann (Diretor Executivo das Américas), afirma que “hoje 18% do lucro de vendas da KWS é anualmente direcionado para pesquisa e desenvolvimento, incluindo duplos dígitos em biotecnologia. Com isto, a empresa contribuirá com os esforços globais de desenvolvimento de novos produtos e germoplasma superior, tanto de milho, como de sorgo e soja”.